A VOZ DE LOUVOR SUPLANTOU A VOZ DE CHORO

Esdras 3:10-13 – “Quando, pois, os edificadores lançaram os alicerces do templo do Senhor, então apresentaram-se os sacerdotes, já vestidos e com trombetas, e os levitas, filhos de Asafe, com címbalos, para louvarem ao Senhor conforme à instituição de Davi, rei de Israel. E cantavam juntos por grupo, louvando e rendendo graças ao Senhor, dizendo: porque é bom; porque a sua benignidade dura para sempre sobre Israel. E todo o povo jubilou com altas vozes, quando louvaram ao Senhor, pela fundação da casa do Senhor. Porém muitos dos sacerdotes, e levitas e chefes dos pais, já idosos, que viram a primeira casa, choraram em altas vozes quando à sua vista foram lançados os fundamentos desta casa; mas muitos levantaram as vozes com júbilo e com alegria. De maneira que não discernia o povo as vozes do júbilo de alegria das vozes do choro do povo; porque o povo jubilava com tão altas vozes, que o som se ouvia de muito longe. ”

INTRODUÇÃO

Não existe vitória sem lutas. Não há na Bíblia história de homens que foram fiéis ao projeto de DEUS sem passar por provas. No Velho Testamento e no Novo Testamento estão registrados nomes que foram heróis da , alguns mencionados no livro de Hebreus , onde estão registrados alguns feitos e nomes de seus heróis.

DESENVOLVIMENTO

A reconstrução do templo foi marcada por grandes embates. Muitos se levantaram contra aquela obra porque o Templo tinha uma importância muito grande para o povo de Deus. Aquela casa era uma dádiva de DEUS para o seu povo, que antes não tinha um lugar para a adoração.

A tristeza

A destruição do templo foi uma tristeza, uma derrota para Israel, causada por todo um contexto que envolvia aquele momento (a desobediência do povo). Junte – se a isso um desejo do inimigo de destruir a obra de DEUS e seu povo, porém, o Senhor jamais permitiria isso. A Obra de DEUS jamais será destruída porque as portas do inferno não prevalecerão contra ela.

Quando o Senhor moveu o coração de Esdras e dos demais 2 para a reconstrução do Templo uma grande batalha começou a ser travada. O intento era um só: Parar a Obra. Impedir sua continuidade, o mesmo que aconteceu na reconstrução dos muros de Jerusalém.

Porém, em ambas as situações, DEUS deu a vitória. A Obra teve continuidade, ou seja, o Templo foi reconstruído.
Ninguém pode impedir. … Agindo eu, quem impedirá? Isaías 43:13

A festa

A palavra relata que quando foram colocados os alicerces do Templo aconteceu ali uma festa. O povo que esperava e confiava na vitória estava radiante. Glorificavam a Deus com todas as forças a ponto que se ouvia de longe. Mas ao meio daquela festa havia também uma voz de choro e o motivo eram os fundamentos da casa.

Os mais “velhos” que conheciam a primeira casa choravam porque esta era menor. Aliás, Ageu relata (Ageu 2:3) que eles a compararam como nada. Porém, o Senhor disse que a Glória daquela segunda casa era maior do que a
primeira. Naturalmente, o Senhor não estava falando da casa física em si, mas Ele se referia à segunda aliança, firmada no sacrifício de Jesus. Quando o Senhor Jesus veio mostraram a ele a estrutura do Templo.
Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto?

Não ficará aqui pedra sobre pedra

Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada. Mateus 24:2. Jesus estava dizendo que toda a obra física, criada por mãos humanas, se desfaria, mas a Obra que ele estaria realizando (Nova Aliança) esta seria eterna. Quando pediram um sinal sobre a faxina que ele estava fazendo no Templo (expulsando os vendilhões) Jesus respondeu e disse -lhes: “Derribai este templo, e em três dias o levantarei” João 2 :19.

E assim foi. Em três dias, tudo estava consumado.
Esta Obra não ruiu com o tempo, nem com as investidas, nem com as perseguições, nem com nada. A igreja fiel do Senhor venceu reinos, imperadores, Leões, fogueiras, frieza espiritual e tudo mais que se levantou contra ela.

O Senhor sempre guardou a sua vinha.

Em todos os momentos da igreja houve a voz de choro (lutas), mas também a voz de louvor (vitórias) e o que prevaleceu, em todas as épocas, não foi a voz do choro, mas a voz do louvor. A igreja não chegou até os nossos dias com lamentos, mas ela chegou até aqui triunfante, vitoriosa, com voz de júbilo.

CONCLUSÃO

Hoje, estamos enfrentando uma grande batalha. Há uma voz de choro em meio a tudo isso, mas a voz de louvor não se calou. Estamos glorificando o nome do Senhor porque sabemos que a vitória é certa.
Encerro dizendo que a voz daqueles que olham para trás, (a voz de choro) não vai prevalecer.

VAI PREVALECER A VOZ DE JÚBILO, A VOZ DO LOUVOR, DA CONFIANÇA NA VITÓRIA QUE JÁ ESTÁ GARANTIDA PELO SANGUE DE JESUS.


Mais conteúdo

A EDIFICAÇÃO DO TEMPLO DO SENHOR – 1 Crônicas 28:10

RECONSTRUINDO O TEMPLO EM PRIMEIRO LUGAR – Ageu 1:2

A PROVA DA NOSSA FÉ – 1 Pedro 1:7

O SEGREDO DE JOSUÉ – Josué 1:8

ASSENTAR A MESA – 1 Coríntios 5:7-8


Conheça o nosso Parceiro Portal Revelação. São milhares de Pregações e Sermões Bíblicos de alta qualidade.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.